Lula inaugura plataforma que deixa Brasil auto-suficiente

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa hoje da celebração pela conquista da auto-suficiência do Brasil em petróleo. A solenidade será às 17h45 no Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro. Antes de ir para o Rio, Lula inaugura, às 13h, na Bacia de Campos, em Campos dos Goytacazes, a Plataforma P-50, que dará condições para que o país seja auto-suficiente. A P-50 será a maior estrutura em operação no Brasil, somando mais de 180 mil barris de petróleo à produção nacional. No mês passado, a Petrobras produziu 1,75 milhão de barris de petróleo por dia. O local é a maior província petrolífera do País, respondendo por cerca de 85% da produção nacional de petróleo. Unidade flutuante do tipo FSPO (produz, processa, armazena e escoa o óleo e o gás), a nova plataforma passará a responder sozinha por 11% de todo o óleo extraído no País. Segundo a Radiobrás, além de produzir petróleo, a P-50 terá capacidade de comprimir seis milhões de metros cúbicos de gás natural e de estocar outros 1,6 milhão de barris de petróleo. De acordo com o conceito adotado pela Petrobrás, a auto-suficiência é a disponibilidade de petróleo produzido nos campos nacionais, em volume igual ou superior ao consumo e à capacidade de refino do País para atender a demanda do mercado brasileiro. Hoje, a demanda nacional pelo produto é de 1,8 milhão de barris (a mesma do Parque Nacional de Refino), enquanto a produção, com a entrada em operação da P-50, deverá fechar o ano com uma média diária em torno de 1,9 a 1,91 milhão de barris.

Agencia Estado,

21 Abril 2006 | 10h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.