Marcos Corrêa/PR
Marcos Corrêa/PR

Maia diz que governo deve cortar despesas para evitar novos impostos

Fala do presidente da Câmara é um recado a Temer, que, segundo o deputado, sugeriu nos últimos dias enquanto estava no Rio a criação de um imposto para bancar gastos com segurança pública

Teo Cury, O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2018 | 12h53

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o governo deve cortar despesas para aumentar suas receitas, e não criar novos impostos. "Se está precisando de receita e não tem, não é criando imposto, é reduzindo despesa."

A fala de Maia é um recado ao presidente Michel Temer, que, segundo o deputado, sugeriu, em conversa no último fim de semana no Rio, a criação de um imposto para bancar gastos com segurança pública. 

+ Sem Previdência, governo terá de cortar R$ 14 bi do Orçamento de 2019

Na noite desta quarta-feira, 21, Maia afirmou que nenhuma proposta de aumento de impostos tem chances de ser aprovada na Casa no momento.

+ Nova ferramenta do INSS mostra quanto tempo falta para se aposentar

Maia falou a jornalistas ao chegar ao Supremo Tribunal Federal, onde reúne-se com a presidente da Corte, a ministra Cármen Lúcia, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o deputado Benito Gama (PTB-BA) e o corregedor do CNJ. O encontro foi marcado para discussão de transparência de salários do Judiciário. 

A ministra Cármen Lúcia pautou para o dia 22 de março o julgamento das ações que tratam de auxílio-moradia de juízes. 

Mais conteúdo sobre:
segurança pública imposto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.