1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Maior refinaria iraquiana está sob controle do governo, diz ministério

REUTERS

12 Junho 2014 | 08h 22

A maior refinaria de petróleo do Iraque, na cidade de Baiji, permanecia sob controle do governo nesta quinta-feira depois da ofensiva rebelde no norte do país, declarou o ministro iraquiano do Petróleo, Abdul Kareem Luaibi.

Luaibi disse que o Iraque não está importando combustível extra e que as reservas de gasolina e diesel são boas.

As exportações de óleo bruto do país, provenientes de seu terminal de Basra, no sul, seguiam na média de 2,6 milhões a 2,7 milhões de barris por dia até a quarta-feira, afirmou ele.

Militantes de um grupo dissidente da Al Qaeda assumiram esta semana o controle da cidade de Mosul, a segunda maior do país, e avançaram na direção da refinaria na cidade de Baiji na quarta-feira, incendiando o tribunal e a delegacia local.

"A refinaria de Baiji está totalmente segura, sob controle das forças especiais e operando normalmente agora", disse uma autoridade da refinaria nesta quinta-feira.

Funcionários do setor de segurança disseram que mais tropas iraquianas foram enviadas ao local na quarta-feira para fazer a segurança das instalações em Baiji, incluindo a refinaria e uma usina de energia nas proximidades.

(Reportagem de Rania el-Gamal, da redação na Opep em Viena; reportagem adicional de Ahmed Rasheed)