Alexandre Carvalho/Governo do Estado de São Paulo
Alexandre Carvalho/Governo do Estado de São Paulo

Márcio França quer trocar o comando da Sabesp

Governador de São Paulo orienta empresa a eleger Karla Bertocco como nova diretora presidente

O Estado de S. Paulo

06 Maio 2018 | 17h20

O governo de São Paulo encaminhou recomendação para que o Conselho de Defesa dos Capitais do Estados (Codec) oriente o conselho de administração da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) a eleger Karla Bertocco Trindade para o cargo de diretora presidente da empresa.

Com isso, o engenheiro Jerson Kelman, atual diretor presidente, deve deixar o cargo. Ele assumiu em 2015, no lugar de Dilma Penna, em meio à crise hídrica que atingiu o Estado de 2014 a 2016. Dentre suas medidas, esteve a decisão de reduzir a pressão de saída de água do sistema Cantareira, que deixou algumas áreas da cidade sem acesso a água em diversos momentos, mas que, na avaliação da gestão, ajudou a superar a crise. A nova recomendação do governo paulista, Karla Bertocco, atualmente exerce o cargo de subsecretária de Parcerias e Inovação do Estado.

+ Governo federal concedeu R$ 354,8 bilhões em subsídios em 2017

Bertocco é administradora e já trabalhou como diretora de relações institucionais na Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp), órgão responsável por fiscalizar a Sabesp, além de outros cargos na Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). Como secretária do governo paulista, ela foi responsável por realizar acordos com o setor privado. No ano passado, sua secretaria participou da sanção uma lei que autorizou a criação de uma holding de saneamento básico, que além da Sabesp reúne outras empresas subsidiárias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.