Mercado vê alta para Ibovespa na próxima semana

Entre 35 participantes, 60,00% disseram que a percepção para o índice é de alta

O Estado de S.Paulo

17 Fevereiro 2018 | 05h00

Cresceu a parcela do mercado financeiro que vê ganhos para o Ibovespa na próxima semana, segundo o Termômetro Broadcast Bolsa, que tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do índice na semana seguinte.

Entre 35 participantes, 60,00% disseram que a percepção para o índice é de alta; 14,29%, de estabilidade; e 25,71%, de queda. No Termômetro anterior, para 51,61% o sentimento para a Bolsa nesta semana era de avanço; para 32,26%, de estabilidade; e para 16,13%, de baixa. O Ibovespa teve nesta semana ganho de 4,48%.

Em tese, a próxima semana em Brasília seria dedicada ao início das discussões para a votação da reforma da Previdência até o fim do mês. Mas a intervenção federal no Rio, anunciada nesta sexta-feira, 16, pode inviabilizar o debate neste momento. Oficialmente, o governo continua a afirmar que o calendário de discussões está mantido. Entre os indicadores, são destaques o IBC-Br de dezembro e o IPCA-15 de fevereiro.

No exterior, a agenda da próxima semana traz eventos importantes para a sinalização em relação à política monetária das chamadas economias centrais. Nos Estados Unidos, haverá divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), documento que poderá ou não referendar a perspectiva de mais de três altas de juros em 2018, que vem ganhando força no mercado.

Na Europa, serão conhecidos os índices de inflação ao consumidor e no atacado na zona do euro, referentes a janeiro.

Ainda, logo na segunda-feira, 19, haverá vencimento de opções sobre ações na B3. Além disso, a safra de balanços corporativos tem sequência na semana que vem, com a divulgação dos resultados do quarto trimestre e de 2017 de Pão de Açúcar, Via Varejo, BRF, Banco do Brasil e Magazine Luiza, entre outros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.