Mercados: dólar em queda e Bolsa em alta

O ministro da Economia da Argentina, Domingo Cavallo, desembarca hoje nos Estados Unidos e vai tentar novamente conseguir a parcela de recursos de US$ 1,260 bilhão que o Fundo Monetário Internacional (FMI) negou-se a liberar na quarta-feira. O ministro leva o orçamento de 2002 estruturado para conseguir o déficit zero, mas a falta de confiança dos investidores internacionais em relação à capacidade financeira da Argentina poderá sobrepor-se a qualquer proposta do ministro. Enquanto aguarda um desfecho para a crise argentina - calote da dívida, desvalorização ou dolarização, sendo que uma possibilidade não elimina a outra -, o mercado financeiro segue indiferente ao quadro econômico do país vizinho. Os analistas mais cautelosos afirmam que os negócios no Brasil podem apresentar instabilidade neste período, mas a recuperação deve ser rápida. As notícias têm sido boas para o Brasil, o que vem permitindo este descolamento da situação argentina. Ontem cinco instituições financeiras internacionais apontaram o Brasil como país preferido entre os emergentes para 2002. O fato de que os investimentos estrangeiros devem encerrar este ano em torno de US$ 20 bilhões também agrada os investidores. Veja os números do mercado financeiro O dólar comercial iniciou o dia em baixa e há pouco estava cotado a R$ 2,4040 na ponta de venda dos negócios, com queda de 0,66% em relação aos últimos negócios de ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera com alta de 0,68%. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 20,700% ao ano, frente a 21,000% ao ano ontem. Nos Estados Unidos, será divulgado logo mais o número de pedidos de auxílio desemprego registrados na última semana. Às 13 horas (horário de Brasília), a Universidade de Michigan divulga o índice de sentimento do consumidor preliminar de dezembro. São números importantes que sinalizam as perspectivas para a retomada do crescimento econômico norte-americano Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

Agencia Estado,

07 Dezembro 2001 | 11h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.