Mercados: dólar em queda e Bolsa em alta

O mercado financeiro reagiu de forma positiva à divulgação dos dados da balança comercial no Brasil. Às 15h15, o dólar comercial era vendido a R$ 2,3580, em queda de 0,80% em relação aos últimos negócios de sexta-feira. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera com alta de 0,46%. No mercado de juros, os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 20,530% ao ano, frente a 20,472% ao ano registrados na sexta-feira. O resultado de um superávit comercial - exportações maiores que importações - de US$ 125 milhões na segunda semana de dezembro fez com que o saldo da balança atingisse US$ 1,915 bilhão no acumulado do ano. No início do ano, a expectativa dos analistas era de que o saldo anual da balança ficasse negativo em US$ 2 bilhões. Na Bovespa, hoje é dia de vencimento de opções, o que faz com que o volume de negócios aumente expressivamente (veja como funciona o mercado de opções no link abaixo). Na primeira parte da Bolsa, o volume negociado foi de R$ 892,7 milhões, segundo apurou a editora Sueli Campo. Nos próximos dias, o volume pode continuar alto, já que a alíquota de Imposto de Renda (IR) passará de 10% para 20% em 2002, o que pode levar muitos investidores a saírem da Bolsa até o final do ano e entrarem novamente no próximo ano (veja mais informações no link abaixo). Amanhã começa a reunião mensal do Comitê de Política Monetária (Copom) que vai reavaliar a Selic, a taxa básica de juros da economia. A expectativa dos analistas é de que a taxa fique no patamar de 19,0% ao ano. O Banco Central vem reafirmando continuamente o objetivo de sua política monetária - o cumprimento da meta de inflação. Ou seja, segundo analistas, enquanto houver pressão sobre os índices de inflação, a taxa de juros não vai recuar. Mercados internacionais O índice Merval da Bolsa de Valores de Buenos Aires está em alta de 1,32%. Nos Estados Unidos, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - está em alta de 1,06%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - registra alta de 1,42%. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado e o ranking dos investimentos na primeira quinzena de dezembro.

Agencia Estado,

17 Dezembro 2001 | 15h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.