1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Merkel diz que crise da Ucrânia afeta economia alemã

REUTERS

25 Agosto 2014 | 07h 23

O país mais rico da Europa sofreu uma contração de o,2% no segundo semestre

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que a crise na Ucrânia está afetando a Alemanha, maior economia da Europa, que sofreu uma surpreendente contração de 0,2 por cento no segundo trimestre.

AP Photo/Efrem Lukatsky
Angela Merkel admite que economia alemã está sendo afetada por crise na Ucrânia

Markel afirmou que um inverno incomumente ameno, que antecipou a virada de primavera, teve influência na leitura fraca do período de abril a junho, mas acrescentou que a crise na Ucrânia também estava afetando o crescimento alemão.

"Existem, entretanto, algumas incertezas --não quero ocultar isso-- toda a situação Ucrânia-Rússia mostra que nós claro temos um grande interesse em nossas relações internacionais serem construtivas novamente", disse ela na entrevista à imprensa conjunta com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy.

"Mas eu todavia espero que nossa taxa de crescimento anual seja boa, se nada dramático acontecer."

O governo alemão projeta que a economia crescerá 1,8 por cento neste ano.