1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Minifranquias unem baixo investimento com lucratividade

Lilian Primi, de O Estado de S. Paulo

21 Junho 2010 | 11h 49

Opções são inúmeras; interessado pode iniciar negócio com apenas um laptop até o teto de R$ 50 mil

O sonho de se tornar dono do próprio negócio, até mesmo para quem não tem recursos, pode ser realizado por meio de uma minifranquia. A lista de redes com investimento inicial de até R$50 mil da Associação Brasileira de Franchising (ABF) soma quase 120 grupos. São franquias de todo tipo, voltadas para venda de produtos e principalmente de serviços.

Há opções bem baratas, como a Aquazero, para lavagem de carros sem água, com investimento inicial de R$ 6.490 a R$ 9.290.

Com um pouco mais, de R$ 11 mil a R$25 mil, há opções na área de informática e marketing;com R$40mil é possível montar uma escola de línguas e, com mais R$ 6 mil, uma vendinha da Empada Caipira.

A professora Angélica do Nascimento Guimarães gastou R$ 45 mil para abrir um quiosque da Nutty Bavarian, empresa da área de alimentação, em 2007. "Hoje custa um pouco mais e o faturamento depende do ponto", diz.

O diretor-executivo da ABF, Ricardo Camargo, diz que as minifranquias substituem rapidamente as antigas redes credenciadas de assistência técnica e vendas dos fabricantes de eletrodomésticos, por exemplo."O sistema se presta ainda para formalizar atividades, como ambulantes", diz.

Outro setor beneficiado é o de consultorias e de profissionais liberais, as chamadas home based, que dispensam ponto. "Em alguns casos, basta um computador portátil."

O grupo Zaiom, pioneiro em minifranquias, tem sete redes: Tutores, para reforço escolar; Home Angels, Cuidadores; Doutor Faz Tudo, pequenos consertos domésticos; Amigo Computador, manutenção local de computadores; The System, gestão e criação de website; Dog Relax, cuidadores de cães e gatos e Dr.Jardim,jardinagem. Todas com investimento inicial de R$ 20 mil.

Realizada 

"Ganhava R$ 900 por mês e vivia triste por não conseguir me realizar. Há um ano fiz um empréstimo e abri uma Home Angel’s. Hoje minha renda subiu para R$ 11mil", diz a enfermeira Elaine Cristina Barbosa Alves. Ela faturou R$ 47 mil só no mês passado. O faturamento médio deste tipo de franquia varia, segundo Camargo, de R$10 mil a R$ 50 mil."Um valor que pode crescer ao infinito, já que há sempre a possibilidade de expandir o negócio e se tornar grande", garante. Elaine, por exemplo, está abrindo uma segunda unidade, para ampliar sua atuação.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo