1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Ministro da Economia turco pede corte da taxa de juros

REUTERS

23 Junho 2014 | 07h 47

O ministro da Economia da Turquia, Nihat Zeybekci, afirmou nesta segunda-feira que o banco central deveria cortar as taxas de juros para abaixo de onde estavam antes do final de janeiro, quando elas foram elevadas para defender a lira contra rápida depreciação.

Falando um dia antes da reunião de política monetária do banco central, Zeybekci disse que o BC deveria estar à frente do mercado cortando os juros, e não atrás.

O BC cortou os juros pela primeira vez em um ano no mês passado, apesar da inflação alta, após apelo do primeiro-ministro Tayyip Erdogan, em busca de manter o crescimento antes da eleição presidencial em agosto, na qual ele deve concorrer.

O presidente do BC, Erdem Basci, disse na semana passada que o banco poderia cortar os juros de novo na terça-feira se estiver convencido de que o cenário da inflação está melhorando de forma significativa.

Todos os 20 economistas em pesquisa da Reuters esperam um corte na principal taxa de juros, com 16 prevendo corte de 0,50 ponto percentual, três esperando redução de 0,75 ponto e um vendo corte de 0,25 ponto.

Com a taxa a 9,5 por cento atualmente, a Turquia tem a segunda maior taxa de juros entre Brasil, Índia, África do Sul, Turquia e Indonésia, cujas economias são classificadas como "cinco frágeis".

(Reportagem de Seda Sezer)