Ministro reconfirma construção de refinaria no Maranhão

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB), reconfirmou hoje a construção de uma refinaria de petróleo da Petrobras no Maranhão a partir de 2009. Lobão disse que a decisão é do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A informação foi divulgada durante a abertura do Fórum dos Setores Energético e Mineral, no museu Convento das Mercês, na capital maranhense. De acordo com Lobão, a nova refinaria terá capacidade de processar entre 500 e 600 mil barris de petróleo por dia. O investimento, ao todo, será de U$$ 20 bilhões. "Estamos apenas elaborando os estudos finais para saber a capacidade, as dimensões e onde será melhor instalar. Mas ela será construída aqui no Maranhão. As obras dependem somente da expedição das licenças ambientais", disse o ministro. A intenção do ministro das Minas e Energia é que a refinaria seja instalada nas proximidades do Porto do Itaqui, distante cerca de 15 km do centro de São Luís (MA), aproveitando, segundo ele, a "localização especial" do complexo portuário. "Essa refinaria vai fazer uma transformação econômica no Estado do Maranhão", disse Lobão, em sua primeira visita ao Maranhão como ministro de Minas e Energia. "O ministro acabou de anunciar (a construção da refinaria) em nome do presidente da República e, portanto, está decidido", disse Lobão. "Todos os Estados queriam ter esta refinaria, inclusive São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco. Mas o Maranhão foi escolhido pela generosidade do presidente Lula e pela ação de seus líderes", complementou.

WILSON LIMA, ESPECIAL PARA AE, Agencia Estado

26 Maio 2008 | 18h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.