1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Naspers faz baixa contábil de US$113,5 mi em participação na brasileira Abril

REUTERS

23 Junho 2014 | 13h 49

A empresa sul-africana de mídia e comércio eletrônico Naspers fez uma baixa contábil de 1,2 bilhão de rands (cerca de 113,5 milhões de dólares) para o investimento no grupo brasileiro de comunicação Abril S.A., oito anos depois de ter comprado 30 por cento da empresa.

A informação foi divulgada pela companhia nesta segunda-feira, junto com o resultado fiscal de 2014, que foi encerrado em 31 de março.

"A Abril teve um ano ruim à medida que as receitas caíram e sua reestruturação atrasou", disse a Naspers em comentário sobre o desempenho anual.

"A baixa do nosso investimento na Abril foi inteiramente contabilizada no ano corrente e é o principal item incluído na baixa contábil de investimentos por equivalência patrimonial." A compra da participação foi feita por 422 milhões de dólares.

A Abril S.A. conta com operações de mídia, logística, distribuição e gráfica. A editora Abril, controlada pela companhia, publica a revista Veja, além de títulos como Claudia e Superinteressante.

Segundo a Naspers, a contribuição da empresa brasileira para seu lucro recorrente foi negativa em 110 milhões de rands no ano, ante cifra negativa de 69 milhões de rands no exercício fiscal de 2013.

A Naspers, que possui participações em empresas como a chinesa Tencent e a russa Mail.ru, registrou um lucro de 6,5 bilhões de rands no ano, recuo de 3 por cento na comparação anual.

A baixa contábil sobre a participação detida na Abril foi divulgada pouco depois da Abrilpar, holding da família Civita, anunciar venda de fatia avaliada em 607 milhões de reais na Abril Educação para a Tarpon Investimentos.

Com foco na educação básica e pré-universitária, a Abril Educação se tornou uma empresa independente da Abril S.A. em 2010, abrindo capital na bolsa no ano seguinte.

(Por Marcela Ayres, edição Alberto Alerigi Jr.)