1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

No mercado financeiro, Alemanha supera Brasil como favorita ao título

Olívia Bulla - Agência Estado

07 Julho 2014 | 11h 33

Em fase de semifinal da Copa do Mundo 2014, investidores ajustam apostas e vêem Argentina na final no Maracanã

Brasil faz semifinal com a Alemanha nesta terça-feira, 8
Brasil faz semifinal com a Alemanha nesta terça-feira, 8

SÃO PAULO - Com a definição dos quatro semifinalistas para a Copa do Mundo, os investidores ajustaram as apostas no mercado de balcão para o possível campeão do torneio e veem maiores chances de a Alemanha levantar a taça pela quarta vez na história. Até então, o Brasil era tido como o preferido para ganhar o evento em casa, mas os resultados recentes e a inesperada lesão do craque Neymar levaram a Seleção de Felipão para a segunda colocação entre os favoritos ao título.

Conforme informações fornecidas por fontes do mercado financeiro, a Alemanha tem 30% de chance de ser campeã no próximo dia 13, enquanto o Brasil vem logo atrás, com 28%. Na sequência, aparece a Argentina, com 22% de chance de sagrar-se tricampeã em pleno Maracanã. Correndo por fora, está a Holanda, com 20% de possibilidade de levantar a taça de campeã mundial pela primeira vez.

Porém, como as vagas para a final serão disputadas nos confrontos entre Alemanha x Brasil, amanhã, e Argentina x Holanda, na quarta-feira, os investidores veem maiores chances de uma reedição da final das copas de 1986 e 1990, entre Alemanha x Argentina no domingo. Há, ainda que com menor chance, a possibilidade de uma tão sonhada final de Copa do Mundo entre Brasil x Argentina. Seja como for, a probabilidade maior é de a seleção do país vizinho estar na final, no Rio de Janeiro, superando a equipe laranja.

É válido lembrar que o mercado de balcão é aberto somente a pessoas físicas e a aplicação mínima é de R$ 1 mil. Para participar do mercado de opções da Copa do Mundo, é preciso fazer um investimento via corretora de valores. A maioria dos participantes é de operadores do mercado financeiro brasileiro. 

Após fratura de Neymar, Brasil deixou de ser favorito ao título
Após fratura de Neymar, Brasil deixou de ser favorito ao título

Já em um levantamento feito pelo AE Projeções na semana passada - portanto, antes da definição dos quatro semifinalistas da Copa - o Brasil seguia como favorito. Dos 55 analistas que participam da sondagem, 33 (60%) acreditavam que a seleção conquistará o sexto título mundial. Em segundo lugar, apareciam Alemanha e Holanda, com oito citações cada uma, ou 14,55%. Na sequência, estavam ainda França, com a resposta de três economistas (5,45%); Argentina, com dois (3,63%); e Colômbia, com um (1,81%). Bélgica e Costa Rica não tiveram votos. 

Copa 2014