1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

No mercado financeiro, Alemanha supera Brasil como favorita ao título

Olívia Bulla - Agência Estado

07 Julho 2014 | 11h 33

Em fase de semifinal da Copa do Mundo 2014, investidores ajustam apostas e vêem Argentina na final no Maracanã

AFP
Brasil faz semifinal com a Alemanha nesta terça-feira, 8

SÃO PAULO - Com a definição dos quatro semifinalistas para a Copa do Mundo, os investidores ajustaram as apostas no mercado de balcão para o possível campeão do torneio e veem maiores chances de a Alemanha levantar a taça pela quarta vez na história. Até então, o Brasil era tido como o preferido para ganhar o evento em casa, mas os resultados recentes e a inesperada lesão do craque Neymar levaram a Seleção de Felipão para a segunda colocação entre os favoritos ao título.

Conforme informações fornecidas por fontes do mercado financeiro, a Alemanha tem 30% de chance de ser campeã no próximo dia 13, enquanto o Brasil vem logo atrás, com 28%. Na sequência, aparece a Argentina, com 22% de chance de sagrar-se tricampeã em pleno Maracanã. Correndo por fora, está a Holanda, com 20% de possibilidade de levantar a taça de campeã mundial pela primeira vez.

Porém, como as vagas para a final serão disputadas nos confrontos entre Alemanha x Brasil, amanhã, e Argentina x Holanda, na quarta-feira, os investidores veem maiores chances de uma reedição da final das copas de 1986 e 1990, entre Alemanha x Argentina no domingo. Há, ainda que com menor chance, a possibilidade de uma tão sonhada final de Copa do Mundo entre Brasil x Argentina. Seja como for, a probabilidade maior é de a seleção do país vizinho estar na final, no Rio de Janeiro, superando a equipe laranja.

É válido lembrar que o mercado de balcão é aberto somente a pessoas físicas e a aplicação mínima é de R$ 1 mil. Para participar do mercado de opções da Copa do Mundo, é preciso fazer um investimento via corretora de valores. A maioria dos participantes é de operadores do mercado financeiro brasileiro. 

EFE
Após fratura de Neymar, Brasil deixou de ser favorito ao título

Já em um levantamento feito pelo AE Projeções na semana passada - portanto, antes da definição dos quatro semifinalistas da Copa - o Brasil seguia como favorito. Dos 55 analistas que participam da sondagem, 33 (60%) acreditavam que a seleção conquistará o sexto título mundial. Em segundo lugar, apareciam Alemanha e Holanda, com oito citações cada uma, ou 14,55%. Na sequência, estavam ainda França, com a resposta de três economistas (5,45%); Argentina, com dois (3,63%); e Colômbia, com um (1,81%). Bélgica e Costa Rica não tiveram votos. 

Copa 2014