1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Número de agências do INSS em greve cresce em São Paulo

Luciele Velluto, do Jornal da Tarde

18 Junho 2009 | 18h 36

De acordo com dados da Previdência Social, das 48 unidades, 14 estão paralisadas parcialmente

O número de agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) afetadas pela greve cresceu na capital e Grande São Paulo. De acordo com dados da Previdência Social, das 48 unidades, 14 estão paralisadas parcialmente hoje - acima dos 11 postos contabilizados ontem. No Estado, a situação ainda é a mesma de quarta-feira, com 12 dos 132 endereços do órgão afetados pelo movimento grevista.

 

Pela manhã, a agência da Vila Prudente ficou fechada, mas abriu ainda no período diurno. A Previdência não informou quanto tempo a unidade ficou sem operar. Quem não foi atendido, deve reagendar a data para atendimento no próprio posto.

 

A greve, que começou na terça-feira, é em protesto a uma medida do governo que quer ampliar a jornada de trabalho dos servidores do INSS de 30 para 40 horas semanais, porém sem aumentar os salários.

 

Veja abaixo a lista das agências com atendimento parcial na capital:

 

Brigadeiro: Av. Brigadeiro Luis Antonio, 1.266 - Bela Vista

 

Ipiranga: Praça Nina Rodrigues, 153 - Glicério

 

Agência de Benefício por Incapacidade: Praça Nina Rodrigues, 151/153 - Glicério

 

Santa Marina: Av. Santa Marina, 1.217/1.233 - Água Branca

 

Vila Prudente: Rua do Orfanato, 253 - Vila Prudente

 

Brás Leme: Av. Braz Leme, 620 - Casa Verde

 

Tucuruvi: Rua Domingos Calheiros, 124/126 - Tucuruvi

 

Santo Amaro: Rua Comendador Elias Zarzur, 120 - Santo Amaro

 

Vila Mariana: Rua Santa Cruz,707 - Vila Mariana

 

Pinheiros: Rua Butantã, 68 - Pinheiros

 

Guarulhos: Av. Mal. Humberto de A. C. Branco, 930 - Vila Antonieta

 

Guarulhos/Pimentas: Av. Juscelino K. de Oliveira , 37 - Bairro dos Pimentas

 

Itaquaquecetuba: Rua Piracicaba, 125 - Jardim da Estação

 

Ribeirão Pires: Av. Kaethe Richers, 624 - Jardim Pastoril