1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Operação Zelotes faz Gerdau adiar balanço de 2015

- Atualizado: 29 Fevereiro 2016 | 13h 06

Companhia deve divulgar resultados apenas em 15 de março, após analisar autos da investigação  sobre supostas compras de decisões do Carf

O empresário Andre Gerdau prestou depoimento pela Operação Zelotes na semana passada

O empresário Andre Gerdau prestou depoimento pela Operação Zelotes na semana passada

SÃO PAULO - A Gerdau adiou a divulgação do balanço de 2015 para 15 de março, antes previsto para amanhã, dia 1º. "A postergação é importante para que a companhia analise os autos que envolveram a Gerdau, na recente fase da Operação Zelotes", afirma o vice-presidente executivo e Diretor de Relações com Investidores, Harley Lorentz Scardoelli, em fato relevante divulga há instantes.

Na última quinta-feira, 25, a Polícia Federal esteve nas dependências da empresa em ação relacionada à Operação Zelotes, que investiga supostas compras de decisões no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão ligado ao Ministério da Fazenda que julga recursos de multas de grandes contribuintes aplicadas pela Receita Federal.

Em nota de esclarecimentos no mesmo dia, a siderúrgica afirmou que possui processos em tramitação no Carf e que as informações referentes a eles têm divulgação nas notas explicativas das demonstrações financeiras da empresa. "Nenhuma importância foi paga ou repassada aos escritórios externos do caso específico e os contratos foram rescindidos quando o nome dos prestadores de serviço investigados foram veiculados na imprensa por suspeitas de ações ilícitas", disse a empresa na ocasião.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EconomiaX