1. Usuário
Assine o Estadão
assine

'Para fazer superávit primário, R$ 2 bi não dão para o gasto', diz Dilma

Erich Decat e Rafael Moura Moraes - Agência Estado

27 Junho 2014 | 18h 19

Presidente rebateu críticas de que o governo irá fazer superávit primário às custas da Petrobrás, após acordo sobre exploração do pré-sal

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira que o bônus de R$ 2 bilhões que a Petrobrás vai pagar este ano por ter recebido da União mais quatro áreas de petróleo no pré-sal na Bacia de Campos não dão "nem para o gasto" para compor o superávit primário. 
"Quando vocês virem no jornal que nós estamos fazendo superávit primário, superávit primário se faz com R$ 15 bilhões e não com R$ 2 bilhões. Com R$ 2 bilhões não dá para o gasto para fazer superávit", afirmou Dilma, que participa da convenção nacional do PCdoB em Brasília.
"Nessa contratação direta que acabamos de fazer é importante explicar para vocês que a Petrobrás vai pagar a título de bônus de assinatura apenas R$ 2 bilhões. É menos (do que contratos anteriores) porque nós queremos que a Petrobrás se fortaleça na área de pré-sal. Segundo porque nos queremos que a Petrobrás passe a antecipar o óleo, ao invés de esperar 5 anos", ressaltou. 
O Palácio do Planalto decidiu eliminar a licitação de quatro campos do pré-sal para concedê-los diretamente à Petrobrás. Com a operação, a estatal ganhará reservas adicionais entre 10 bilhões e 15 bilhões de barris e terá de desembolsar R$ 15 bilhões em bônus e antecipações até 2018. Neste ano, a medida colocará R$ 2 bilhões no caixa do governo. A decisão ajudará o Tesouro Nacional a fechar as contas de 2014 e a elevar a economia para pagar os juros da dívida, o chamado superávit primário. 
No discurso, Dilma também fez críticas indiretas à gestão de Fernando Henrique Cardoso, época em que chegou a ser discutida a mudança do nome da estatal. "A Petrobrás passa a ser muito valiosa. Nunca mais a Petrobrás, com Bras de Brasil, será transformada em Petrobrax. Com esses campos com 10 a 14 milhões de barris de reserva a Petrobrás passa a ter acesso ao maior volume de petróleo tornado disponível na atualidade", afirmou a petista.
"Como era de se esperar, voltou desde o primeiro dia, o alarido das vozes dos que sempre quiseram pelo menos, no mínimo, diminuir a Petrobrás, dos que sempre quiseram entregar todas as nossas oportunidades de exploração de petróleo sem olhar condições, daqueles que querem pensar uma empresa de petróleo baseado na sua rentabilidade de curto prazo...", acrescentou. 

Para a presidente as críticas à Petrobrás vão se "perder no deserto". Na verdade, o 'curto prazismo' é sempre 'eu quero mais dividendo no curto prazo', contra 'o que eu quero no médio e longo prazo'. "Empresa de petróleo é medida pela quantidade de reservas que ela dispõe, e mais uma vez essas vozes vão se perder no deserto, ou melhor, vão se perder no mar, e isso na imensidão do mar do pré-sal", ressaltou. "É perfeitamente possível ter regime de participação do interesse privado, mas tem que preservar a força de sua empresa estratégica", concluiu. 

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo