1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Petróleo a US$110/barril favorece manutenção de teto de produção da Opep

REUTERS

10 Junho 2014 | 12h 55

O preço do petróleo confortavelmente acima de 100 dólares o barril deixa o ministros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) sorridentes e com a fácil tarefa de manter as coisas como estão em relação à política de produção em sua reunião marcada para quarta-feira.

Brent ficou acima desse preço, o nível preferido pelo principal produtor da Opep, a Arábia Saudita, durante todo o ano e era negociado perto de 110 dólares nesta terça-feira, apoiado pela perda quase total dos fornecimentos de outro membro da Opep, a Líbia.

A organização, que bombeia mais de um terço do petróleo do mundo, se reunirá em Viena para aprovar a política para o segundo semestre do ano. Os ministros disseram que vão deixar a meta de produção de 30 milhões de barris por dia (bpd) inalterada, e que o mercado está bem abastecido.

"O preço está bom. O Brent a 110 dólares não é ruim", disse o ministro de Petróleo de Angola, José de Vasconcelos.

O ministro de Petróleo da Arábia Saudita, Ali al-Naimi, que ainda não tinha chegado em Viena, deu sua opinião inequívoca há um mês.

"Não há nenhuma razão para uma mudança. Absolutamente nenhuma razão", disse ele a jornalistas em Seul.

(Por Alex Lawler e Rania El Gamal)