Assine o Estadão
assine

Economia

Pib

Puxado por Alemanha, PIB da zona do euro cresce 0,3% no 4º trimestre

A resistência da economia alemã, a maior do bloco, compensou resultados mais fracos que o esperado em alguns países

0

Dow Jones Newswires

12 Fevereiro 2016 | 09h41

FRANKFURT - O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cresceu 0,3% no quarto trimestre de 2015 ante o terceiro e avançou 1,5% na comparação anual, segundo dados preliminares publicados nesta sexta-feira, 12, pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. Os números vieram em linha com a expectativa de analistas consultados pela Dow Jones Newswires.

A resistência da economia da Alemanha, a maior do bloco europeu, compensou resultados mais fracos que o esperado em alguns países, como a Itália.

O PIB da Alemanha cresceu 0,3% no quarto trimestre de 2015 ante o terceiro e avançou 1,3% na comparação anual, de acordo com dados da Destatis, como é conhecida a agência de estatísticas do país.

O avanço trimestral do PIB veio em linha com o esperado e repetiu o resultado do terceiro trimestre ante o segundo, mas o ganho anual ficou um pouco abaixo da previsão de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, de 1,4%.

Segundo a Destatis, o comércio externo prejudicou o resultado do PIB, uma vez que as exportações caíram no último trimestre do ano passado em relação aos três meses anteriores, refletindo a fraca demanda da China, da Rússia e de outros grandes países em desenvolvimento.

O consumo doméstico, por outro lado, sustentou a maior economia da Europa nos últimos meses de 2015, destacou a Destatis. Os gastos das famílias voltaram a crescer, ainda que de forma moderada, em meio ao fortalecimento do mercado de trabalho e do avanço nos salários, enquanto a queda dos preços de energia a combustíveis impulsionou a renda disponível.

A França, por sua vez, cresceu 0,2% no quarto trimestre em comparação com o trimestre anterior.

Sul europeu. O PIB da Itália no quarto trimestre de 2015 registrou alta de 0,1% ante o trimestre anterior. O resultado veio abaixo da previsão dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, de crescimento de 0,3%. Em todo o ano de 2015, o PIB da Itália cresceu apenas 0,6%, sem conseguir atingir a estimativa do governo de um avanço de 0,8%. 

Em Portugal, o PIB cresceu 0,2% no quarto trimestre de 2015, na comparação com o trimestre anterior. Em todo o ano de 2015, o PIB português registrou avanço de 1,5%. Em 2014, o avanço no PIB havia sido de 0,9% no país. 

A Grécia, por sua vez, continua em recessão. A economia registrou queda de 0,6% no quarto trimestre de 2015 ante o anterior. Na comparação com igual período do ano anterior, o PIB do país integrante da zona do euro teve recuo de 1,9% no quarto trimestre. 

Comentários