Assine o Estadão
assine

Economia

Pib

PIB do Estado de São Paulo caiu 4,1% em 2015, com recuo de 9,0% na indústria

Números também apontam retração de 2,1% no setor de serviços devido à alta de inflação e restrição do crédito

0

Mário Braga,
O Estado de S. Paulo

25 Fevereiro 2016 | 11h58

SÃO PAULO - A economia do Estado de São Paulo encolheu 4,1% em 2015, puxada pelo tombo de 9,0% da indústria, que não teve a tendência de queda revertida pela forte desvalorização do câmbio ao longo do ano passado. 

Os números fazem parte do Produto Interno Bruto (PIB) Paulista, calculado pela Fundação Seade, e apontam ainda para a retração de 2,1% no setor de serviços, em decorrência da alta da inflação e da enxugamento do crédito. Entre os três setores da atividade, apenas a agropecuária cresceu, com alta de 5,5% na comparação com 2014.

A Fundação Seade destaca que por ser o Estado brasileiro com maior participação da indústria, São Paulo tem sido mais afetado pela crise econômica desde 2014. Em 2015, as condições macroeconômicas adversas, com inflação elevada e crédito escasso, passaram a comprometer o desempenho do setor de serviços.

Na comparação dos dados de dezembro de 2015 com o mesmo mês do ano anterior, o PIB Paulista recuou 7,7%, influenciado por quedas na indústria (-12,0%), serviços (-3,4%) e agropecuária (-0,6%). Na passagem de novembro para dezembro, na série sem os efeitos sazonais, a atividade econômica no Estado caiu 1,3%, com declínios de 0,2% segmentos industrial e de serviços e incremento de 2,9% no atividade no campo.

Entre o terceiro e o quarto trimestres do ano passado, a economia de São Paulo caiu 1,7%, com desempenhos negativos da agropecuária (-3,3%), da indústria (-2,6%) e dos serviços (-0,7%). 

Mais conteúdo sobre:

Comentários