Planeje e antecipe as compras de Natal

Com a proximidade do Natal, é comum deparar-se com lojas cheias e muitas promoções. Por isso, é preciso atenção redobrada. "Comprar com um certo tempo de antecedência é uma boa dica para não fazer mau negócio", diz o assistente de Direção do Procon, José Carlos Guido. Isso porque, com as lojas lotadas, fica mais difícil escolher os produtos. Além disso, a compra antecipada e planejada, baseada na velha e boa pesquisa de preços, também evita que o consumidor seja enganado por falsas promoções. "Nem sempre o produto que é anunciado como estando em promoção está com desconto. Mas, atraídas pela propaganda, as pessoas acabam não percebendo isso", diz Guido. O apelo do espírito natalino Para o professor de Marketing Silton Marcell, as propagandas veiculadas nesta época acabam bombardeando a cabeça dos consumidores, que compram mais, influenciados pelo apelo do ´espírito natalino´. Além disso, as promoções também acabam impulsionando a pessoa a comprar mais do que precisa. "Os comerciantes abusam de ferramentas como descontos e abatimento nos preços, mas a verdade é que os preços aumentam muito nesta época do ano. Assim, a pessoa não pode se deixar levar pela primeira promoção. É preciso comparar preços e verificar se elas são verdadeiras". Na hora do pagamento, o consumidor não se deve deixar influenciar por sugestões do tipo "pagamento em três vezes sem juros". "Os juros sempre estão embutidos no preço do produto", diz Marcell. Assim, se o pagamento for à vista, deve-se tentar negociar um desconto. "Um abatimento de 2% a 3% já é muito bom". Marcell também orienta que as crianças não sejam levadas às compras. "Elas são mais suscetíveis ainda aos apelos das propagandas".

Agencia Estado,

11 Dezembro 2001 | 09h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.