Presidente da Via Varejo substitui Iabrudi no GPA

Executivo estava à frente do Grupo Pão de Açúcar havia quatro anos e agora terá assento no conselho da empresa

Dayanne Sousa, O Estado de S.Paulo

19 Fevereiro 2018 | 21h27

O Grupo Pão de Açúcar anunciou nesta segunda-feira, 19, a troca de seu comando. Após quatro anos à frente da empresa, Ronaldo Iabrudi deixará o dia a dia da operação e passará a ocupar uma cadeira no conselho de administração, grupo do qual será um dos vice-presidentes. Iabrudi será substituído por Peter Paul Estermann, de 60 anos, que hoje comanda a Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio.

Além de liderar o GPA, o executivo também terá uma cadeira no conselho do braço de eletrodomésticos. Em fato relevante divulgado na segunda-feira, o grupo explicou que as mudanças valerão a partir do dia 27 de abril. Eastermann está à frente da Via Varejo desde outubro de 2015. Neste cargo, será sucedido por Flavio Dias, profissional que também já atuava na companhia.

A escolha de Peter Estermann veio no mesmo dia da divulgação dos resultados de 2017 da Via Varejo. No ano passado, a empresa teve lucro de R$ 195 milhões em 2017, revertendo prejuízo de R$ 95 milhões no ano anterior. Em fato relevante, a empresa ressalta o papel do executivo na “virada” das operações de eletrodomésticos. O comunicado lembrou que, na atual gestão, as ações da empresa tiveram alta de 500% e o faturamento pulou de R$ 19 bilhões para cerca de R$ 25 bilhões.

++ Grupo Pão de Açúcar reverte prejuízo e tem lucro de R$ 297 milhões

“Em sua gestão à frente da Via Varejo, Peter implementou um modelo de gestão fortemente focado em eficiência, produtividade e melhoria de serviços a clientes. Ele ajudou a posicionar a empresa para seu futuro digital, mostrando ser a pessoa ideal para assumir esse novo desafio”, disse Jean-Charles Naouri, presidente do conselho de administração do GPA.

A escolha de Dias evidencia a aposta da dona da Casas Bahia e da Ponto Frio no mundo digital. Dias estava à frente da operação de e-commerce da Via Varejo desde 2016 e, antes disso, havia presidido a Cnova, companhia de comércio eletrônico do grupo. / DAYANNE SOUSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.