1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Produção de veículos soma 3,7 milhões em 2013 e bate recorde, diz Anfavea

Beatriz Bulla e Carla Araujo, da Agência Estado

07 Janeiro 2014 | 11h 05

No ano, crescimento foi de 9,9%; vendas, porém, caíram 0,9% em 2013

SÃO PAULO- A produção de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus no mercado brasileiro somou 3.740.418 unidades em 2013, o que representa uma alta de 9,9% em relação a 2012, um novo recorde, segundo dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). No último mês do ano passado, a produção somou 235.858 unidades, o equivalente a uma queda de 18,6% na comparação com novembro e a um recuo de 12,7% ante dezembro de 2012.

Em 2012, a produção havia recuado 1,9%, para 1,9%, para 3,34 milhões de unidades. O recorde anterior havia sido em 2011, quando foram produzidos 3,406 milhões de carros.

Apesar do bom resultado da produção, as vendas decepcionaram. As vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus acumularam um total de 3.767.370 unidades em 2013, o que equivale a um recuo de 0,9% em relação ao total comercializado em 2012. Na semana passada, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) havia afirmado que o IPI menor impediu uma queda ainda maior das vendas.

A baixa nas vendas foi o primeiro resultado negativo em 10 anos.

Em dezembro, as vendas superaram em 16,8% as do mês anterior, com 353.843 unidades, e recuaram 1,5% na comparação com dezembro de 2012, quando foram vendidas 302.939 unidades.

Considerando apenas automóveis e comerciais leves, a produção em 2013 atingiu 3.510.003 unidades, o que representa uma alta de 8,6% sobre 2012. Em dezembro, a produção desses veículos alcançou 226.108 unidades, queda de 16,8% ante o mês anterior e recuo de 11,9% sobre o último mês de 2012.

A produção de caminhões atingiu 190.304 unidades em 2013 - o que representa um avanço de 43,1% ante 2012 - e somou 8.105 veículos em dezembro - diminuição de 43,9% ante novembro e queda de 9,0% sobre dezembro de 2012. No caso dos ônibus, foram produzidas 40.111 unidades no ano passado, aumento de 9,5% sobre 2012, e ainda 1.645 unidades em dezembro, queda de 50,4% ante novembro e diminuição de 37,4% sobre dezembro de 2012.

Flex. A fatia de automóveis e veículos comerciais leves bicombustíveis (flex) sobre o total comercializado atingiu 88,4% em dezembro de 2013, acima da participação registrada em novembro (88,0%). Ao todo, os veículos flex somaram 297.333 unidades no mês passado. Em dezembro de 2012, a participação das vendas de veículos flex foi de 88,4%. Na média de 2013, a fatia comercializada de veículos flex ficou em 88,5%, com 3.169.111 unidades, ante 87,0% na média do ano anterior, ou 3.162.874 unidades.

Emprego. O setor automotivo encerrou dezembro com 153.474 empregados, o que representa uma baixa de 1% em relação a novembro. Na comparação com dezembro de 2012, houve avanço de 2,7% no contingente de empregados, considerando autoveículos e máquinas agrícolas.

O segmento de autoveículos registrou, em dezembro, uma queda de 1,1% ante novembro no contingente de empregados, totalizando 131.632. Em relação a igual mês de 2012, o avanço foi de 1,3%.

Já o segmento de máquinas agrícolas finalizou dezembro com a diminuição de 0,5% no número de empregados na comparação com novembro e registrou 21.842 funcionários. Na comparação com dezembro do ano anterior, houve uma alta de 11,7%.