1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Produção industrial no Brasil sobe 0,7% em julho e interrompe 5 meses de queda

REUTERS

02 Setembro 2014 | 09h 41

A produção industrial brasileira iniciou o terceiro trimestre com alta de 0,7 por cento em julho frente junho, interrompendo cinco meses seguidos de quedas num resultado melhor do que o esperado.

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a produção industrial caiu 3,6 por cento em julho, quinta taxa negativa seguida, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira.

Pesquisa da Reuters junto a economistas mostrou que as medianas apontavam alta da atividade de 0,5 por cento na base mensal e recuo de 3,7 por cento sobre um ano antes.

O resultado mensal de julho, entretanto, não foi suficiente para compensar as perdas anteriores. Entre fevereiro e junho, segundo o IBGE, a perda acumulada foi de 3,5 por cento.

Somente em junho a produção recuou 1,4 por cento sobre o mês anterior, em parte por causa do menor número de dias úteis por conta da Copa do Mundo. Embora o torneio tenha acabado na metade de julho, a maior parte dos jogos aconteceu em junho.

Entre os segmentos de produção, o destaque em julho ficou para Bens de Capital, medida de investimento, que avançou 16,7 por cento sobre junho, interrompendo quatro meses seguidos de queda na produção. Entretanto, sobre julho de 2013 o segmento registrou queda de 6,4 por cento.

O IBGE destacou ainda que 20 dos 24 ramos de atividades pesquisados tiveram alta em julho, sendo que as principais influências positivas vieram de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (44,1 por cento) e veículos automotores, reboques e carrocerias (8,5 por cento).

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier e Felipe Pontes; Texto de Camila Moreira)