JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Queijo branco pode não ser tão saudável quanto se imagina, revela pesquisa

Segundo levantamento da Proteste, fabricantes não informam toda a verdade sobre o produto na embalagem

O Estado de S.Paulo

26 Junho 2017 | 13h22

Estudo da Proteste mostra que o queijo minas frescal, o tradicional queijo branco, pode não ser tão saudável quanto se acredita. Pesquisa feita este mês com dez marcas de queijo minas frescal aponta que 90% dos produtos analisados possuem mais gordura total do que o informado. Além disso, os queijos apresentam níveis de sódio diferentes do que é apresentado nas embalagens. 

Em relação à rotulagem, apesar das embalagens dos queijos minas frescal avaliados terem as informações exigidas por lei, a veracidade ainda deixa a desejar, segundo a Proteste. A legislação brasileira permite que a diferença entre as informações contidas no rótulo e o que contém o produto oferecido ao consumidor não pode ser maior que 20%.

+Claudio Considera: Proposta indecorosa

Ao avaliar o conteúdo de sódio, a Proteste verificou que os produtos das marcas Quatá e Keijobon informam na rotulagem terem mais sódio do que realmente têm, com uma variação entre o descrito no rótulo e o medido em laboratório de 29% e 31%, respectivamente. Já a marca Puríssimo light, que indicava conter 40% menos sódio, na verdade possui 47% a mais de sódio em comparação ao prometido no rótulo.

Quanto ao conteúdo de gorduras totais, a situação é ainda mais preocupante. Quase todas as amostras do teste (exceção da marca Keijobon), apresentaram ter mais gordura total do que a indicada na embalagem. No rótulo, uma fatia de 30g do Keijobon (sem sal) tem 3g de gordura. Porém, de acordo com os resultados do teste, 30g do produto trazem 7,4g de gordura, uma diferença de 145%. As maiores divergências foram observadas nas marcas: Keijobon sem sal (145%), Puríssimo (56%) e Sol Brilhante (53%).

+ MP que permite desconto em compra à vista vira lei; veja o que muda

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, é um direito básico a informação adequada e clara sobre diferentes produtos e serviços, com especificações correta de quantidade e características.

Mais conteúdo sobre:
Consumidor Proteste Produto Animal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.