JOSÉ MARIA TOMAZELA|ESTADÃO
JOSÉ MARIA TOMAZELA|ESTADÃO

Safra de grãos 2017/18 pode ter queda de até 6%, diz Conab

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento, a produção do setor deve alcançar entre 224,1 milhões e 228,2 milhões de toneladas; na safra passada, foram 238,5 milhões de toneladas

O Estado de S.Paulo

10 Outubro 2017 | 11h40

A produção brasileira de grãos na safra 2017/18, em fase de plantio, deve alcançar entre 224,1 milhões e 228,2 milhões de toneladas, o que representa um recuo de entre 6% e 4,3% em relação à safra 2016/17, de 238,5 milhões de toneladas. Os dados fazem parte do primeiro levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

++IPCA de setembro fica acima do esperado

As condições climáticas altamente favoráveis contribuíram para a safra passada alcançar recorde histórico. "Tais condições dificilmente se repetirão, por isso, a expectativa de redução produtiva", informa a Conab, em comunicado.

++Estrangeiro mira mercado de orgânicos no Brasil

A área plantada deve registrar manutenção ou um aumento de até 1,8% sobre a safra 2016/2017, podendo atingir números aproximados de 61 milhões a 62 milhões de hectares, "graças ao aumento do plantio de algodão e, sobretudo, da soja", estima a Conab.

A produtividade deve apresentar redução em praticamente todas as culturas. A previsão se baseia nas análises estatísticas das séries históricas e dos pacotes tecnológicos utilizados nos últimos anos, uma vez que recém começou o plantio das culturas de primeira safra.

Soja e milho continuam como as principais culturas e devem responder por cerca de 89% do total produzido no País. A expectativa é de que a produção de soja alcance entre 106 milhões e 108 milhões de toneladas e a do milho total, 93,5 milhões, distribuídas entre primeira e segunda safra.

IBGE. O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de setembro estima uma safra recorde de 242,0 milhões de toneladas em 2017, um avanço de 30,3% em relação à produção de 2016, quando totalizou 185,8 milhões de toneladas, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A estimativa é ainda 0,5% maior do que a prevista em agosto, com 1,1 milhão de toneladas a mais de grãos.

Os dados da safra de 2016 foram atualizados pelo IBGE com base nos resultados da Pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM), que mostrou uma produção 0,6% maior do que a estimada pelo LSPA de dezembro de 2016, o que corresponde a 1,1 milhão de toneladas a mais.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.