Saúde: quem não teve aumento, terá agora

Segurados que não tiveram reajuste em seu plano de saúde há um ano ou mais poderão ter correção no valor da mensalidade em janeiro. O teto do reajuste definido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é de 8,71%, mas toda correção cobrada pelas operadoras deverá passar por uma análise prévia da agência. Caso o plano não tenha sido reajustado por um período superior a um ano, poderá ser aplicado um porcentual adicional referente a esse período. Esse valor também deverá ser autorizado pela ANS. Para certificar-se de que o reajuste está autorizado, o segurado poderá entrar em contato com a agência por meio do site www.ans.gov.br ou pelo Disque-Saúde (0800-7019656). Se houver abuso, poderá reclamar à própria ANS ou a um órgão de defesa do consumidor.

Agencia Estado,

31 Dezembro 2001 | 08h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.