Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Serviços domésticos crescem diante da falta de oportunidades em outros setores

Economia & Negócios

Estadão

Economia

IBGE

Serviços domésticos crescem diante da falta de oportunidades em outros setores

Trabalhadores que perderam o emprego voltam para o serviço doméstico por falta de opção, segundo o IBGE

0

Idiana Tomazelli,
O Estado de S.Paulo

15 Janeiro 2016 | 14h26

RIO - Na contramão de diversos setores da economia, os serviços domésticos continuam absorvendo novos trabalhadores. Mas não por motivos virtuosos. "Muitas trabalhadoras perderam a oportunidade e acabaram tendo de voltar para o serviço doméstico por falta de opção", explicou o coordenador de Trabalho e Rendimento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cimar Azeredo.

Na última década, a redução do contingente de trabalhadores domésticos diminuiu consideravelmente diante de mais oportunidades em serviços em geral, serviços terceirizados e no comércio. Agora, com esses setores demitindo, a saída é voltar às origens.

Como resultado, o número de empregados domésticos aumentou 3,3% no trimestre até outubro de 2015 em relação a igual período do ano anterior, o que significa 200 mil pessoas a mais. Dessas, 153 mil entraram no serviço doméstico em um período ainda mais curto, na comparação com o trimestre encerrado em julho de 2015.

"Elas perderam oportunidade, não têm mais a oferta que se tinha antes", disse o coordenador.

Comentários