Sindicato aconselha cautela com serviços da Varig

Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias negou obrigação das outras companhias de assumir bilhetes e milhagens da Varig. Ao mesmo tempo, o juiz que conduz o processo de recuperação judicial da empresa, Luiz Roberto Ayoub, descartou a possibilidade de decretação de falência. Segundo ele, o administrador no processo e a firma contratada para a reestruturação indicam a viabilidade da companhia aérea. Mesmo assim, o consultor jurídico do sindicato, Geraldo Vieira, recomendou aos usuários, durante entrevista à Rádio Eldorado, cautela ao se utilizar serviços da Varig. Ele ressalta que pode haver uma negociação entre as empresas para assumir as milhas da companhia. Porém, diz que uma eventual aceitação das concorrentes em receber os passageiros pode acarretar em atrasos nos serviços. Para o consultor jurídico do Snea , as pessoas com milhas acumuladas devem esperar um pouco mais para utilizar o benefício.

Agencia Estado,

18 Abril 2006 | 11h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.