1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Site do 'Estadão' passa a publicar 'Economist'

O Estado de S. Paulo

16 Agosto 2014 | 16h 53

Conteúdo da edição online da revista britânica estará disponível em português a partir de quarta-feira em 'Economia&Negócios'

Reprodução
Força. "Economist.com": 9,5 milhões de visitantes/mês

A área de Economia & Negócios do estadão.com.br passa a publicar em português, a partir desta quarta-feira, textos e infográficos do The Economist.com, site da publicação considerada o mais respeitado veículo de jornalismo econômico do mundo. Alguns desses textos sairão também na edição impressa do jornal O Estado de S.Paulo. 

A publicação inglesa circula desde 1843. O site The Economist.com, além de reportagens e artigos sobre finanças, negócios, tecnologia e macroeconomia, tem dezenas de blogs que enriquecem o debate sobre as tendências do mercado global. 

A audiência do site inglês, que é fechado para assinantes, é de 34,9 milhões de páginas vistas por mês e 9,5 milhões de visitantes únicos, enquanto a versão impressa da revista tem tiragem de mais de 1,5 milhão de exemplares distribuídos em 200 países.

Com a publicação em português dos principais tópicos do TheEconomist.com, o estadão.com.br amplia seu leque qualificado de opções. Jornais como The New York Times e Washington Post, revistas como Der Spiegel e as principais agências de notícias mundiais já fazem parte do cardápio do site, juntamente com o conteúdo do Estadão e do noticiário da Agência Estado, incluindo notícias de última hora do Broadcast, principal serviço de informações em tempo real do Brasil.

O portal de Economia & Negócios é o mais acessado do estadão.com.br, que atingiu em julho 129 milhões de páginas vistas e mais de 15 milhões de visitantes únicos, segundo os números de audiência medidos pelo Google Analytics. Do total de acessos ao site, 47% são feitos por dispositivos móveis e 46% por desktops e notebooks. Os tablets representam 7%.

O crescimento da audiência do Estadão na internet é resultado de investimentos que culminaram com o lançamento de uma nova versão reformulada do site em 31 de maio. A mudança organizou melhor o noticiário e tornou a navegação mais interativa e mais fácil de compartilhar nas redes sociais.

A oferta do conteúdo do site TheEconomist.com no portal de Economia & Negócios faz parte do esforço permanente do Estadão de melhorar a qualidade do conteúdo oferecido aos leitores por todas as plataformas tecnológicas disponíveis.

Revista. A revista The Economist destaca-se pela profundidade e independência, sem abrir mão do bom humor. Uma das capas sobre a economia brasileira que mais chamaram a atenção nos últimos anos foi a de novembro de 2009, que mostrava a estátua do Cristo Redentor decolando como um foguete, em reverência às boas perspectivas econômicas do País. O destaque da reportagem intitulada “O Brasil decola” era a autonomia do Banco Central e a abertura do País para investimentos e comércio externo.

Em setembro de 2013, porém, o Cristo Redentor apareceu em nova capa descontrolado como um buscapé. Com o título “O Brasil estragou tudo?”, a reportagem de 14 páginas mostrava que as expectativas não tinham se confirmado e que, desde 2011, o País registrava crescimento anual de apenas 2%.

 

  • Tags: