1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Soja e milho têm mínimas desde 2010 na CBOT com grandes safras nos EUA

REUTERS

04 Setembro 2014 | 16h 54

Foi a quarta sessão consecutiva de queda para os futuros do milho --a maior sequência de baixas em dois meses

ENRIQUE MARCARIAN/REUTERS
O contrato dezembro fechou em baixa de 5,5 centavos, a U$S 3,46 por bushel

Os contratos futuros do milho negociados na bolsa de Chicago (CBOT) caíram 1,5 por cento nesta quinta-feira, para uma mínima de quatro anos, pressionados por vendas técnicas antes da colheita de uma safra recorde, disseram operadores.

Foi a quarta sessão consecutiva de queda para os futuros do milho --a maior sequência de baixas em dois meses. A maioria dos contratos do cereal teve mínimas.

O contrato dezembro fechou em baixa de 5,5 centavos, a 3,46 dólares por bushel.

A soja também caiu para os níveis mais baixos em cerca de quatro anos em Chicago, com os agricultores norte-americanos preparados para colher um recorde, em meio a condições climáticas favoráveis.

Os Estados Unidos são os maiores produtores de soja e milho.

O primeiro contrato da oleaginosa fechou em baixa de 1,55 por cento, a 10,64 dólares por bushel, o menor patamar desde outubro de 2010.

Enquanto isso, o trigo fechou em baixa por vendas técnicas e fracas exportações norte-americanas. O contrato dezembro caiu 1 por cento, a 5,3025 dólares por bushel.

(Por Michael Hitzer)