SP responde por 45% de todos os lançamentos do País

No caso das vendas, a capital e as cidades da Grande São Paulo responderam por 35% do total nacional

Especial para O Estado

13 Junho 2017 | 22h30

Uma área de 3,2 mil quilômetros quadrados será construída na Região Metropolitana de São Paulo por conta dos 26.751 apartamentos lançados em 2016 pelas 147 incorporadoras, 144 vendedoras e 114 construtoras que disputaram o Top Imobiliário deste ano. O prêmio é dado pelo Estado às dez primeiras do ranking da Embraesp para cada categoria.

Em 2016, foram lançados 59.386 apartamentos no Brasil e vendidos 72.617, segundo o estudo Indicadores do Mercado Imobiliário, lançado em maio pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

A capital e cidades da Grande São Paulo foram responsáveis por 45% dos lançamentos do País. No caso das vendas, responderam por 35% do total nacional, com 25,2 mil unidades comercializadas. Em segundo lugar, vem a região metropolitana do Rio de Janeiro, com 6.934 unidades lançadas (11,7% do total) e 8.945 vendidas (12,3%).

No Brasil, a oferta total disponível para venda fechou o ano com 129.207 imóveis novos. São Paulo tinha 24.130 apartamentos no estoque em 31 de dezembro – 19% do total do País.

O estudo da CBIC, com periodicidade trimestral, envolveu 20 principais cidades e regiões metropolitanas, que respondem por 40% do Produto Interno Bruto (PIB) do País. Serve de termômetro para as praças mais dinâmicas, contemplando volumes lançados e vendidos, absorção do estoque e variações de preços.

Coordenado pelo economista chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci, o estudo da Cbic também classifica os empreendimentos conforme o tíquete final de venda. São divididos em faixas de valor, que seguem as referências de preço comum reconhecidas por entidades e empresas.

A variação vai do segmento supereconômico, que tem como limite o teto de preços do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), em cada cidade, até a categoria superluxo, acima de R$ 2 milhões.

Os dados estão disponíveis para download no site da Cbic

Mais conteúdo sobre:
São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.