Joédson Alves/EFE
Joédson Alves/EFE

Temer prorroga prazo para adesão ao Refis até dia 14

Informação é do relator do Refis na Câmara, o deputado Newton Cardoso Júnior (PMDB-MG); MP deve ser publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira

O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2017 | 20h13

O relator do Refis na Câmara, o deputado Newton Cardoso Júnior (PMDB-MG) anunciou no fim da tarde desta segunda-feira, 30, que o presidente Michel Temer assinou nova medida provisória (MP) prorrogando de 31 de outubro até 14 de novembro o prazo de adesão ao programa de parcelamento tributário com a União.

"Conforme adiantamos, o presidente Temer assinou a MP que prorroga a adesão ao Refis até 14 de novembro", escreveu o peemedebista em sua conta oficial no Twitter. 

+ Venceu a bancada do Refis

A MP deve ser publicada no Diário Oficial da União até esta terça-feira, 31, segundo o líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Como mostrou nesta terça o Estadão/Broadcast, o governo poderia deixar de arrecadar de R$ 1 bilhão a R$ 1,2 bilhão caso mantivesse o prazo atual de adesões ao Refis, de acordo com cálculos do relator da MP do programa no Senado, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.