AFP PHOTO / MANDEL NGAN
AFP PHOTO / MANDEL NGAN

Trump culpa governos anteriores por embates com China

China anunciou retaliações contra mais de 100 produtos americanos; medida foi uma retaliação à promessa de Trump de impor barreiras em produtos avaliados em US$ 50 bi

O Estado de S.Paulo

04 Abril 2018 | 11h05

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira que o país não está em uma "guerra comercial" com a China. Segundo ele, porém, a "incompetência" de governos americanos passados fez com que seu país tenha um déficit bilionário com a potência asiática.

+ China notifica formalmente OMC sobre tarifas retaliatórias contra os EUA

"Nós não estamos em guerra comercial com a China, essa guerra foi perdida há muitos anos por pessoas tolas ou incompetentes que representaram os EUA", afirmou Trump, em sua conta no Twitter. "Agora temos um déficit comercial de US$ 500 bilhões por ano, com roubo de propriedade intelectual de outros US$ 300 bilhões. Isso não pode continuar!".

Mais cedo, a China anunciou retaliações contra mais de 100 produtos americanos, entre eles soja e aviões. A medida foi uma retaliação à promessa de Trump de impor barreiras em produtos avaliados em US$ 50 bilhões, numa lista que inclui 1,3 mil itens, principalmente no setor de alta tecnologia. Essas tarifas dos EUA foram anunciadas tendo como argumento o roubo de propriedade intelectual pelos chineses. O governo de Pequim, porém, disse que elas eram uma violação internacional e grave aos princípios da Organização Mundial de Comércio (OMC). Não há data certa para a imposição das tarifas planejadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.