Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Usiminas registra prejuízo líquido de R$ 195 milhões no quarto trimestre de 2016

Economia & Negócios

Clayton de Souza|Estadão

Usiminas registra prejuízo líquido de R$ 195 milhões no quarto trimestre de 2016

O décimo prejuízo consecutivo é explicado pela queda nas vendas do aço, mesmo assim, a empresa reduziu suas perdas no ano em 84%

0

Fernanda Guimarães ,
O Estado de S.Paulo

17 Fevereiro 2017 | 10h41

SÃO PAULO - A Usiminas reportou um prejuízo líquido de R$ 195 milhões no quarto trimestre do ano passado, ante um prejuízo de R$ 1,627 bilhão no mesmo período do ano anterior e de R$ 107 milhões no terceiro de 2016. Trata-se do décimo prejuízo consecutivo da siderúrgica mineira. No ano, porém, a Usiminas reduziu suas perdas em 84%, encerrando o ano passado com um prejuízo líquido de R$ 577 milhões.

Ao considerar o lucro atribuível aos acionistas, o prejuízo é ainda maior, de R$ 273,6 milhões. No mesmo período do ano anterior, a perda foi de R$ 1,357 bilhão e, no terceiro trimestre de 2016, de R$ 114 milhões, de acordo com esse critério.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no intervalo de outubro a dezembro do ano passado somou R$ 584 milhões, revertendo um Ebitda negativo de R$ 1,82 bilhão no mesmo período de 2015. Em relação ao terceiro trimestre do ano passado o Ebitda cresceu 94%. No ano, o Ebitda foi de R$ 995 milhões, ante uma queima de caixa de R$ 2,318 bilhões observada em 2015. A margem Ebitda, assim, encerrou o quarto trimestre em 28%, ante uma margem negativa de 76%. No terceiro trimestre do ano passado, a margem Ebitda foi de 13%. No ano foi de 12%, ante uma margem negativa de 23% em 2015.

No critério ajustado, o Ebitda chegou em R$ 234 milhões, ante um Ebitda negativo de R$ 250 milhões no quarto trimestre de 2015. No terceiro trimestre do ano passado, o Ebitda ajustado foi de R$ 307 milhões. No ano, o Ebitda ajustado somou R$ 660 milhões, ante R$ 291 milhões em 2017.

A receita líquida da Usiminas de outubro a dezembro do ano passado alcançou R$ 2,12 bilhões, queda de 12% ante os últimos três meses de 2015. Em relação ao terceiro trimestre, a receita caiu 6%. No ano, a receita líquida da siderúrgica foi de R$ 8,454 bilhões, recuo de 17%. 

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.