Varig efetua pagamento às empresas de leasing de aeronaves

A Justiça de Nova York reconheceu hoje o pagamento de US$ 62 milhões feito pela Varig para as empresas de leasing de aeronaves e, com isso, prorrogou até o dia 22 de dezembro a liminar que impede o arresto (embargo) de aviões em uso pela companhia. A informação é do advogado da Varig, Marcelo Carpenter, que participou da audiência na Corte de Falências do Distrito Sul de Nova York. Os US$ 62 milhões fazem parte do acordo assinado ontem no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de venda das subsidiárias da Varig VEM (manutenção) e VarigLog (cargas) para uma sociedade de propósito específico (SPE) batizada de Aero LB Participações. A Aero LB é encabeçada pela TAP que, no entanto, entrou com apenas 3% do capital da sociedade. O presidente da TAP, Fernando Pinto, participou da audiência, juntamente com representantes do BNDES e o presidente da Varig, Omar Carneiro da Cunha.

Agencia Estado,

09 Novembro 2005 | 18h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.