Veja regra das bagagens em viagem de avião

As companhias aéreas colocam limites para bagagem nas viagens internacionais. Exceder esse limite pode sair caro. O turista deve ficar atento quando escolhe sua passagem, porque o limite de bagagem varia dependendo da classe escolhida, do preço da passagem e do lugar de destino. O turista deve informar-se na companhia aérea e verificar quais são os limites de bagagem permitidos e qual o preço do excesso de bagagem. Quase todas as companhias aéreas são associadas à Iata (International Air Transport Association), que padroniza o valor do excesso de bagagem. Para a classe econômica, o limite de bagagem é de 20 quilos. Para a executiva e a primeira classe, é de 30 quilos. Cada quilo de excesso - em todos os casos - paga o equivalente a 1% do valor da passagem da primeira classe do trecho viajado. Tamanho das malas É importante observar também os tamanhos permitidos de malas, que precisam estar dentro do padrão. São poucos os países que não seguem os padrões da Iata, mas, para evitar surpresas desagradáveis, o ideal é conferir estes dados na agência de viagens e na companhia aérea. Caixas ou volumes fora dos padrões serão cobrados como excesso de bagagem. É permitido também, carregar uma valise de mão de até cinco quilos, de tamanho especificado pela companhia aérea. Se o tamanho da bagagem for maior que o recomendado, a pessoa terá que despachá-la. As malas devem estar etiquetadas com nome, endereço e telefone. É bom não colocar objetos de valor nas malas, pois, em caso de extravio, o reembolso da companhia aérea é de US$ 20 por quilo - sem contar seguros de viagem adicionais -, não importando o conteúdo. Veja nos links abaixo mais informações sobre os limites de bagagem e viagens internacionais.

Agencia Estado,

19 Dezembro 2001 | 17h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.