Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Venda de veículos novos no Brasil cresce 9,8% no ano

Só em novembro, o crescimento foi de 14,6%; todas as categorias encerraram o mês no azul

Eduardo Laguna, O Estado de S.Paulo

01 Dezembro 2017 | 16h35

No sétimo mês consecutivo de crescimento, as vendas de veículos novos no País subiram 14,63% em novembro, na comparação com o mesmo período de 2016, conforme balanço divulgado nesta sexta-feira, 1, pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de automóveis.

Entre carros de passeios, utilitários leves - como picapes e vans -, caminhões e ônibus, 204,2 mil unidades foram emplacadas no mês passado, o que significa uma alta de 0,66% em relação a outubro. No acumulado de janeiro a novembro, o crescimento é de 9,8% em relação ao mesmo período de 2016, num total de 2,03 milhões de veículos.

++ Carros antigos tiveram valorização de até 135% acima da Selic, aponta estudo

Todas as categorias do mercado automotivo ficaram no azul em novembro. Na maior delas, a de carros de passeio e utilitários leves, a alta chegou a 13,66% na comparação com novembro de 2016, para 197,2 mil unidades comercializadas no mês passado. Na mesma base comparativa, as vendas de caminhões cresceram 45,45%, chegando a 5,5 mil unidades em novembro, enquanto as de ônibus subiram 80,07%, para 1,4 mil.

++ Carro perde valor e IPVA vai ficar mais barato em SP no ano que vem

Ao comentar os números, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, disse, em nota, que os resultados de novembro confirmam as expectativas de recuperação do setor. “A alta nos índices de confiança e a contínua queda na inadimplência, que registrou o menor índice desde 2011, fizeram com que o comprador voltasse às concessionárias”, comentou o executivo, também citando influência positiva da maior oferta de crédito. 

A General Motors manteve liderança no mercado de carros e comerciais leves em novembro, com vendas de 37.354 unidades, alta de 14%. A Volkswagen teve emplacamentos de 25.569 unidades, alta de quase 60%. A Fiat ficou em terceiro, com queda de 9% na comparação com um ano antes, para 24.791 veículos. A Ford emplacou 20.328 carros e comerciais leves em novembro, crescimento de 22. A Hyundai vendeu 17.987 veículos, avanço de 2%. 

VEJA TAMBÉM PIB cresce só 0,1% no terceiro trimestre, mas dá sinais de retomada mais consistente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.