1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Vendas da Volks no Brasil caem 37% no 1º bimestre

- Atualizado: 11 Março 2016 | 18h 55

Mercado brasileiro teve o pior desempenho entre os países em que a montadora atua; no mundo, vendas cresceram 1,4%

O Brasil é o mercado onde a montadora alemã Volkswagen teve o pior resultado em vendas no primeiro bimestre de 2016. Dados divulgados nesta sexta-feira pela empresa mostram que foram entregues 45,2 mil unidades no acumulado de janeiro e fevereiro no Brasil. O número é 37,4% menor que o registrado em igual período de 2015. Em todo o mundo, a montadora teve aumento de 1,4%, para 1,54 milhão de veículos.

"A situação econômica geral no Brasil continua desafiadora", disse em comunicado à imprensa o chefe de vendas do grupo alemão, Fred Kappler. Segundo a montadora, o mau momento do Brasil tem afetado negativamente as demais economias da região. Ao todo, a América do Sul teve 70,6 mil veículos entregues, número 29,3% menor que o visto há um ano.

Entre todos os mercados listados pela Volks no relatório de vendas, o Brasil teve o pior desempenho. O segundo pior mercado foi a Rússia, onde as vendas caíram 23% no bimestre. Na Europa, os emplacamentos aumentaram 3,8%, sendo que a alta alcançou 4,2% na Alemanha. Entre os demais grandes mercados, houve aumento de 7,6% nas vendas na China e queda de 7,1% nos Estados Unidos, onde a empresa sofre com escândalo ambiental sobre emissão de poluentes.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EconomiaX