JBS nomeia Marcelo Proença como diretor global de compliance

Mudança tem o objetivo de garantir as melhores práticas de governança do mercado; diretoria responderá diretamente para o Conselho de Administração

Karin Sato, O Estado de S.Paulo

14 Junho 2017 | 09h22

SÃO PAULO - A JBS anunciou a nomeação de Marcelo Proença para o cargo de diretor global de compliance, com o objetivo de garantir as melhores práticas de governança do mercado. A diretoria de compliance responderá diretamente para o Conselho de Administração da JBS.

"Meu objetivo é aprimorar o programa de compliance, tornando-o um modelo para o mercado, com plenos controles externos e internos, os quais, estou confiante, irão assegurar uma empresa de sucesso perene, evoluindo muito na construção da confiança e da reputação perante os stakeholders e, em especial, colaboradores, mercado e sociedade", cita Proença, conforme comunicado ao mercado.

"Acredito que minha experiência alinha-se ao pensamento do Conselho de Administração da JBS no tocante a instituir as melhores práticas empresariais na JBS", acrescenta.

Ainda conforme o comunicado, Proença acumula 27 anos de experiência, sendo advogado, mestre e doutor em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, onde atua como professor de Direito Comercial. Ele também é professor nos cursos do GVLaw, da Fundação Getúlio Vargas, e possui oito livros publicados.

VEJA TAMBÉM: Donos da JBS se preparam para a Justiça dos EUA

O Conselho de Administração da JBS também anunciou a contratação do escritório White & Case LLP, que irá apoiar na condução do projeto na empresa de alimentos.

"O trabalho do White & Case será importante para o sucesso do Comitê de Governança na supervisão do desenvolvimento e implementação de um programa de compliance que incorpore melhores práticas internacionais e atenda integralmente às obrigações da companhia", destaca Daniel Fridman, sócio do escritório White & Case.

+ Minerva reabre frigorífico em MT para ganhar terreno em meio à crise da JBS

"Esses são apenas os primeiros passos, porém também fundamentais, em nosso propósito de elevar o nível de governança da JBS e fazer com que essa companhia se torne uma referência global em governança", diz

Tarek Farahat, presidente do conselho de administração da JBS e do Comitê de Governança, de acordo com o comunicado. Ele acredita que as duas ações configuram importantes medidas para companhia.

O comunicado da JBS diz que o White & Case é um dos escritórios internacionais de advocacia mais reconhecidos, atendendo algumas das empresas mais respeitadas do mundo, com um time de advogados com ampla experiência em programas de compliance. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.