Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Vale realiza assembleia decisiva para adesão ao Novo Mercado nesta quarta-feira

Quatro candidatos despontam como favoritos na disputa para nova formação do conselho administrativo da empresa, cumprindo exigência para migração ao mais alto nível de governança da Bolsa

O Estado de S.Paulo

17 Outubro 2017 | 21h33

Nesta quarta-feira, 18, a Vale realizará uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) decisiva para definir a nova formação do conselho administrativo da empresa. O objetivo é eleger, pela primeira vez em sua história, dois novos conselheiros, integrantes da parcela de acionistas minoritários da companhia. Assim, 20% das doze cadeiras do conselho serão independentes, requisito obrigatório para o processo de migração para o Novo Mercado, considerado o mais alto nível de governança da B3.

Quatro candidatos principais inscritos no boletim de voto a distância (BVD) — recurso criado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para facilitar a participação de investidores em assembleias — disputam as vagas. A eleição, bastante acirrada, inclui Sandra Guerra e Isabella Saboya, ambas indicadas pelo fundo Aberdeen, e o advogado Marcelo Gasparino e Ricardo Reisen, indicados por um grupo de diversos acionistas.

Conforme a Coluna do Broadcast confirmou na semana passada, os principais votos já foram dados. Os detentores de ADRs (recibos de ações emitidos nos EUA para negociar ações de empresas de fora do país na Bolsa de Nova York) da mineradora brasileira já formalizaram os votos na plataforma de comunicação de investidores Broadridge. Para aqueles que votarão pelo Boletim de Voto à Distância (BCD) o prazo acabou na quarta-feira, 11.

Movimentações. A eleição dos conselheiros de administração independentes da Vale teve bastidores movimentados. O fundo Geração Futuro L. Par recorreu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedindo a correção do boletim de voto a distância da assembleia geral extraordinária (AGE) da mineradora. Junto com outros acionistas, o fundo indicou quatro candidatos - dois efetivos e dois suplentes - às vagas na eleição majoritária e em separado, mas reclama que, da maneira como foi divulgado, o boletim pode induzir os investidores em erro.

++ Apenas 17% das estatais listadas na B3 estão em segmentos de governança mais elevados

A nova assembleia foi convocada pela Vale em meio a seu processo de reestruturação societária. Em abril, a companhia já havia tentado eleger um candidato, mas a tentativa acabou frustrada por falta de quórum. Na época, a Associação de Investidores no Mercado de Capitais (Amec) criticou o excesso de rigor da companhia na análise de documentos, em especial das procurações de acionistas estrangeiros.

Ações. Além disso, nesta quarta-feira a mineradora fará uma assembleia para os donos de ações preferenciais (PNA) da empresa. A troca desses papéis, um total de 6%, por ações ordinárias (ON) também integra a tentativa de ingresso no Novo Mercado da Bolsa, que deve ocorrer ainda neste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.