1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Abiquim: déficit de produtos químicos é de US$ 11,8 bi

KARIN SATO - Agência Estado

18 Junho 2014 | 15h 25

O déficit acumulado da balança comercial de produtos químicos atingiu US$ 11,8 bilhões nos cinco primeiros meses deste ano, o que representa um declínio de 2,48% na comparação com igual período do ano passado, segundo informou a Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim).

Já nos últimos 12 meses - entre junho de 2013 e maio de 2014 - o déficit em produtos químicos é superior a US$ 31,5 bilhões, confirmando a expectativa de manutenção desse indicador com pequeno desvio em relação ao déficit recorde registrado em 2013, de US$ 32 bilhões.

"A redução do déficit em produtos químicos somente será factível com a implementação de medidas que sistematicamente fortaleçam a competitividade da produção nacional e fomentem exportações. Nesse sentido, o término dos incentivos fiscais na importação de intermediários para fertilizantes, tendo em vista o peso desses produtos na balança comercial de produtos químicos, e a renovação do Reintegra são políticas públicas de impacto positivo imediato para o setor químico brasileiro", destaca em nota Denise Naranjo, diretora de Assuntos de Comércio Exterior da Abiquim.

Apenas no mês de maio, o País importou US$ 4,2 bilhões em produtos químicos, com aumento de 19,5% em relação a abril e de 9,2% ante o mesmo mês de 2013. Já no acumulado de janeiro a maio, foram importados US$ 17,4 bilhões, valor 3,7% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado, porém volume 8,4% superior na mesma base comparativa.

As exportações brasileiras de produtos químicos alcançaram US$ 1,2 bilhão em maio, o que representa um crescimento de 10,3% ante abril, porém queda de 2,6% na comparação com maio de 2013. No acumulado do ano até maio, as vendas externas somaram US$ 5,7 bilhões, cifra 4,3% inferior à registrada em igual período do ano passado.

Os produtos químicos representaram 18,4% do total de US$ 94,9 bilhões em importações e 6,3% dos US$ 90,1 bilhões em exportações realizadas pelo País de janeiro a maio. As importações de produtos químicos movimentaram 15,3 milhões de toneladas, ao passo que o volume das exportações chegou a 5,9 milhões de toneladas.