Analistas reduzem otimismo para o mercado de ações

Porcentual dos que estimam estabilidade e queda das ações foi elevado, embora a percepção de alta siga majoritária

Broadcast

14 Abril 2018 | 04h00

O mercado financeiro se mostrou um pouco mais cauteloso em relação ao desempenho do Ibovespa, segundo o Termômetro Broadcast Bolsa desta sexta-feira. O porcentual dos que estimam estabilidade e queda das ações foi elevado, muito embora a percepção de alta siga majoritária.

+ Primeiro leilão de barris petróleo para União na Bolsa pode arrecadar R$ 500 milhões

Entre 30 participantes, 60,00% aguardam valorização e 23,33% acreditam que o principal índice do mercado acionário ficará estável. Já para 16,67% , a estimativa é de queda. O Termômetro Broadcast Bolsa tem objetivo de captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento das ações.

+ Avanço nas regras de votação à distância atrai participação de acionistas estrangeiros

A semana útil tem início mais cedo com a divulgação da primeira pesquisa Datafolha no domingo. É a primeira enquete sobre a intenção de voto após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Outra pesquisa eleitoral, a Vox Populi, está prevista para quinta-feira. Ainda no campo político, na terça-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) julga denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) em inquérito resultante da delação do empresário Joesley Batista da J&F.

Na pauta econômica, investidores ficam atentos ao IBC-BR do Banco Central. E ainda ao IPCA-15.

No exterior, é aguardada a divulgação do Livro Bege, que traz sumário de opiniões sobre a economia em cada um dos distritos do Federal Reserve (BC americano).

+ Mercado está mais otimista sobre rumo do Ibovespa

Também está prevista a divulgação pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) do relatório sobre perspectivas para a economia global e o início da reunião do G-20 da qual participam ministros e presidentes de bancos centrais e que será realizada em Washington.

Na sexta-feira, em Nova York, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, discursa em evento da OMFIF, centro de estudos para bancos centrais, políticas econômicas e investimentos públicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.