Bolsa de Tóquio fecha em queda com pressão de NY

A Bolsa de Tóquio terminou a sessão com uma pequena queda pressionada novamente pelo desempenho ruim de Wall Street, que está em compasso de espera antes da última ata da reunião do Federal Reserve (Fed).

Agência Estado

09 Julho 2014 | 05h31

O índice Nikkei teve recuo de 0,1%, aos 15.302,65 pontos, seguindo as perdas registradas na segunda e terça-feira. É o período mais longo com quedas desde meados de maio.

Ontem, as bolsas de Nova York registraram mais um dia de realização de lucros, com os índices em declínio. O Nasdaq perdeu 1,3%, S&P500 caiu 0,70% e o Dow Jones teve queda de 0,69%. Os investidores estão no aguardo da divulgação da ata do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em Inglês) para conseguir pistas de como será o processo de aumento das taxas de juros nas próximas reuniões.

A cautela também foi alimentada pelas expectativas com a temporada de balanços, que começou com o anúncio dos resultados da Alcoa após o fechamento do mercado.

"Os investidores estão ansiosos para saber a posição do Fed sobre os juros depois dos bons dados de emprego divulgados na semana passada, disse Daisuke Uno, estrategista da Sumitomo Mitsui Banking Corp. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
TÓQUIO BOLSA FECHAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.