Bolsa paulista fecha em nível recorde

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de São Paulo, encerrou a quinta-feira em nível recorde: com alta de 0,59%, o índice atingiu 39.285 pontos, superando a máxima histórica, de 39.239 pontos (alcançado em 3 de março passado). O volume de negócios foi de R$ 2,15 bilhões. O Ibovespa oscilou entre a máxima de 39.310 pontos e a mínima de 38.699 pontos. A Bovespa passou a maior parte da manhã em terreno negativo, acompanhando as Bolsas de Nova York, que operavam em baixa na expectativa do relatório de emprego norte-americano ("payroll") de março, que será divulgado amanhã. Durante a tarde, porém, o índice inverteu a trajetória e, na última meia hora de pregão, deu uma guinada, puxado pela Eletrobrás: as ações ON fecharam em alta de 7,49%, seguidas pelo papel PNB, com alta de 6,91%. Para analistas, o cenário positivo para a geradora estatal justifica a forte alta. Há expectativa de pagamento de dividendos atrasados para as ações ON ainda este ano.

Agencia Estado,

06 Abril 2006 | 17h45

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.