Bolsas européias sobem com balanço de Renault e Volvo

As bolsas européias operam em alta, com as montadoras de veículos na liderança, graças aos balanços da Volvo e da Renault. A abertura positiva em Nova York também fortalece o movimento, o qual, por outro lado é limitado pelos ganhos do petróleo e pelo desapontador resultado da British Petroleum. Às 10h52 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,24%, a Bolsa de Frankfurt registrava alta de 0,21% e a Bolsa de Paris avançava 0,55%. As ações da francesa Renault subiram mais de 5%, com a divulgação de aumento de 5,8% nas vendas durante o primeiro trimestre, para ? 10,54 bilhões, acima da previsão de ? 9,69 bilhões. É o primeiro resultado divulgado desde que a companhia implantou programa de duração de quatro anos com o objetivo de se tornar a mais lucrativa fabricante de automóveis, em termos de volume, da Europa. Os papéis da Volvo avançaram mais de 6%, após a fabricante sueca ter informado lucro maior no primeiro trimestre e previsto participação maior no mercado global este ano. Os papéis da British Petroleum cederam 0,6%. A companhia petrolífera britânica e a segunda maior com ações listadas em bolsa no mundo revelou queda de 15% em seu lucro líquido do primeiro trimestre, pressionado pela perda de produção em conseqüência dos furacões que passaram pelos EUA no ano passado. O lucro registrado no período ficou em US$ 5,623 bilhões, abaixo dos US$ 6,602 bilhões do mesmo período do ano passado. As informações são das agências internacionais.

Agencia Estado,

25 Abril 2006 | 10h57

Mais conteúdo sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.