1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Bovespa segue exterior e começa dia no vermelho

Luciana Antonello Xavier, da Agência Estado

25 Fevereiro 2014 | 10h 28

Sob efeito das bolsas internacionais, bolsa paulista caía 0,59%, aos 47.114,77 pontos, às 10h18, horário de Brasília

A Bovespa abriu em baixa, na esteira do tom negativo das bolsas internacionais, enquanto aguarda por indicadores americanos e o balanço da Petrobrás, que só será divulgado após o fechamento do mercado. O resultado da estatal ganha atenção extra diante dos rumores de que uma alta de combustíveis está por vir.

Às 10h18, o Ibovespa caía 0,59%, aos 47.114,77 pontos. As ações da Petrobras subiam 0,69%(PN) e 0,66% (ON), ambas na cotação máxima do dia. Os papéis da Vale PNA tinham queda de 1,95%, pressionados por sinais de fraqueza da economia chinesa.

Em Nova York, no mercado futuro, o Dow Jones perdia 0,12%, o Nasdaq estava em baixa de 0,13% e o S&P 500 recuava 0,20%. Na Europa, a Bolsa de Londres perdia 0,93%, a de Paris estava em -0,48% e a de Frankfurt, em -0,48%, influenciadas por notícias corporativas.

Nos Estados Unidos, saem hoje os índices Case/Shiller de preços de moradias em cidades norte-americanas em dezembro e o índice de confiança do consumidor e do índice regional de atividade em Richmond, ambos relativos ao mês de fevereiro.

Os investidores também esperam pela divulgação dos números da arrecadação federal no Brasil. A estimativa é de um saldo positivo entre R$ 108 bilhões e R$ 129,670 bilhões, com mediana de R$ 124,6 bilhões.