Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Dólar sobe e fecha perto de R$ 3,68 com foco no cenário político

Economia & Negócios

Fábio Motta/Estadão

Economia

STF

Dólar sobe e fecha perto de R$ 3,68 com foco no cenário político

Já a Bolsa recuou 2,59%; investidores acompanharam a situação do ex-presidente Lula e lista da Odebrecht com relação de políticos associados ao pagamento de propina

0

O Estado de S. Paulo

23 Março 2016 | 10h54
Atualizado 23 Março 2016 | 18h11

A aversão ao risco, alimentada pelo noticiário político, segue afetando o mercado financeiro no Brasil. O Ibovespa - principal índice da Bolsa - fechou em queda de 2,59%, aos 49.690 pontos, enquanto o dólar encerrou em alta de 2,35%, cotado a R$ 3,6794. Os investidores acompanharam a situação do ex-presidente Lula e as informações relativas à Odebrecht, dentro da Operação Lava Jato.

A Lava Jato encontrou na residência do presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Barbosa Silva Junior, no Rio de Janeiro, a maior relação de políticos e partidos associada a pagamentos de uma empreiteira até agora. As buscas fazem parte da 23ª fase da Lava Jato, a Acarajé, que teve como alvo o casal de marqueteiros João Santana e Monica Moura que atuaram nas campanhas de Lula (2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014). Contudo, o juiz federal Sérgio Moro decretou sigilo sobre a superplanilha da Odebrecht.

No âmbito político, também pesa a decisão do ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), de que o juiz Sérgio Moro deve enviar à Corte os processos que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No âmbito externo, a pressão veio das declarações dadas pelos presidentes do Fed de Chicago, Charles Evans, e da Filadélfia, Patrick Harker, as quais sugerem que o Federal Reserve, o banco central norte-americano, poderia aumentar a taxa de juros nos Estados Unidos. (André Magnabosco e Denise Abarca)

Mais conteúdo sobre:

Comentários