1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Indicadores econômicos sustentam alta de bolsas de NY

RENATO MARTINS, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES - Estadão Conteúdo

21 Agosto 2014 | 14h 18

As bolsas dos Estados Unidos operam em alta nesta quinta-feira, 21, com o índice S&P-500 acima de seu nível recorde intradia, de 1.991,39 pontos, registrado em 24 de julho, e o Dow Jones acima dos 17 mil pontos pela primeira vez desde 29 de julho.

O mercado está reagindo positivamente a indicadores divulgados pela manhã. O índice de atividade industrial dos gerentes de compras (versão Markit) subiu a 58,0 na pesquisa preliminar de agosto, nível mais alto desde abril de 2010, de 55,8 em julho. Foram feitos 298 mil pedidos de auxílio-desemprego na semana passada, com queda de 14 mil em relação à semana anterior. As vendas de imóveis residenciais usados cresceram 2,4% em julho, para a média anualizada de 5,15 milhões de unidades, quando a expectativa era de 5,0 milhões.

Os investidores estão na expectativa dos discursos da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, e do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, nesta sexta-feira no simpósio anual sobre economia promovido pelo Fed de Kansas City em Jackson Hole (Wyoming). Tyler Mordy, da Hahn Investment Stewards, disse que o discurso de Draghi poderá ter maior impacto no mercado do que o de Yellen.

"Há um elemento maior de surpresa, porque o arsenal de políticas na Europa é maior", observou Mordy. Em contraste, a expectativa da maioria dos participantes do mercado é de que o Fed continue a reduzir seu estímulo à economia e comece a elevar as taxas de juro em 2015, percepção que foi reforçada nesta quarta-feira com a divulgação da ata da reunião de julho.

As ações da Hewlett-Packard subiam 5,1% há pouco, em reação a seu informe de resultados; as da Sears, que também divulgou balanço, avançavam 0,9%. As do Bank of America ganhavam 2,8%, depois do anúncio de que o banco terá de pagar US$ 16,65 bilhões para que não seja levado aos tribunais o processo do Departamento de Justiça relacionado à venda de títulos hipotecários subprime antes da crise financeira; as da UPS recuavam 0,1%, depois de a empresa anunciar que foram roubados dados de clientes em 51 lojas da empresa em 24 estados norte-americanos. As da eBay ganhavam 4,4%, em reação a informes de que a empresa poderá separar sua unidade de pagamentos, a PayPal, em 2015.

Às 14h10 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 72 pontos (0,43%), para 17.052 pontos; o Nasdaq subia 2 pontos (0,07%), para 4.529 pontos; o S&P-500 subia 5 pontos (0,29%), para 1.992 pontos.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo