Dario Oliveira|Estadão
Dario Oliveira|Estadão

Mercado ignora PIB e Bolsa cai por cautela com crise política

Ibovespa recuou 0,67% também puxado por Vale e siderúrgicas, afetadas pela queda no preço do minério de ferro; dólar teve leve alta e subiu para R$ 3,24

O Estado de S.Paulo

01 Junho 2017 | 17h44

No dia em que o IBGE divulgou que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro interrompeu uma sequência de oito quedas trimestrais, pesou mais no mercado financeiro o alerta feito pelo Banco Central, na véspera, sobre a influência da turbulência política nas próximas decisões de seu Comitê de Política Monetária (Copom). O BC decidiu cortar a Selic em 1 ponto porcentual, para 10,25% ao ano, mas há dúvidas sobre o tamanho do corte nas próximas reuniões, mesmo com a inflação em queda.

Com esses fatores em conta, o Índice Bovespa fechou em queda de 0,67%, aos 62.288,52 pontos, no primeiro pregão do mês. Com o estouro da crise política envolvendo as delações de executivos da JBS, que atingiram inclusive o presidente Michel Temer, o Ibovespa encerrou o mês passado em queda de mais de 4%.

O dólar, por outro lado, fechou em alta de 0,40%, cotado a R$ 3,2457. No mês passado, a moeda fechou em alta de 1,71%.

'Crescimento não é uma linha reta', diz Meirelles sobre PIB

O crescimento de 1,00% do PIB no primeiro trimestre ante o quarto trimestre do ano passado não chegou a animar analistas macroeconômicos. Para o economista Marco Caruso, do Banco Pine, o dado e também as revisões de dados anteriores para resultados "um pouco menos piores" são uma boa notícia. Já o economista-chefe e estrategista da Azimut Brasil Wealth Management, Paulo Gomes, afirmou que o Brasil continua "no buraco, apesar de o PIB ter parado de cair".

Ações. Repetindo o movimento da véspera, Vale voltou a fechar com queda nesta quinta-feira, acompanhada de Bradespar e das siderúrgicas. Analistas apontam o recuo recente na cotação do minério de ferro como motivo para a desvalorização. A Petrobrás, a exemplo do petróleo, fechou sem uma direção única. Na ponta positiva do Ibovespa, o destaque ficou com BB Seguridade, papel indicado por diversas corretoras em suas carteiras para o mês de junho. Ultrapar e Cosan foram beneficiadas por melhoras em recomendações.

'Desemprego só melhora a partir do meio do ano que vem', diz economista

As ações da Vale fecharam com baixas de 1,51% (PNA) e 1,84% (ON). Bradespar PN (-3,97%) ficou entre as principais quedas do índice, já que a ação da holding tem desempenho muito melhor do que a mineradora no acumulado do ano.

O preço do minério de ferro no mercado à vista da China recuou 1,84%, para US$ 55,97 a tonelada. "A queda da commodity ocorre em função dos estoques nos portos da China que dispararam desde o começo do ano, mesmo em um momento de grande produção de aço no país. Em paralelo, o volume produzido pelas minas chinesas, também tem avançado forte", afirma a Guide Investimentos em comentário a clientes. No entanto, a corretora mantém sua visão positiva sobre a companhia, principalmente por seus fundamentos.

As siderúrgicas também registraram quedas importantes, com Metalúrgica Gerdau PN (-3,14%), CSN ON (-2,48%), Usiminas PNA (-1,76%) e Gerdau PN (-0,21%)./COM PAULA DIAS E KARLA SPOTORNO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.