1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Petróleo recua em meio a crescimento da oferta

Estadão Conteúdo

21 Agosto 2014 | 07h 54

Os futuros de petróleo caem na manhã desta quinta-feira, 21, pressionados por uma combinação de oferta em alta e preocupações sobre demanda. Na China, a atividade manufatureira atingiu em agosto o menor nível em três meses, embora continue se expandindo, segundo dados preliminares do HSBC. Para analistas, os números sugerem uma recuperação frágil na segunda maior economia do mundo e provavelmente serão negativos para a demanda por petróleo.

Por outro lado, a Líbia anunciou na quarta-feira, 20, que retomou exportações a partir de seu maior terminal portuário - o de Es Sider -, após quase um ano de interrupção, com uma carga inicial de 600 mil barris despachada para a Europa.

"O mercado de petróleo está amplamente abastecido", avaliou o Commerzbank. "Além disso, dados econômicos de alguns países e regiões de grande demanda também decepcionaram recentemente, alimentando temores sobre demanda", concluiu.

Às 7h47 (de Brasília), o Brent para outubro recuava 0,79%, a US$ 101,47 por barril, na plataforma eletrônica ICE, em Londres, enquanto o petróleo para o mesmo mês negociado na Nymex caía 0,68%, a US$ 92,81 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.